Brasileiros se superam e ganham posições nos UTVs, no 6º dia do Dakar

 Poloneses Aron Domzala e Maciej Marton fecharam o dia em 4º lugar e assumiram a liderança do rali 

Brasileiro Gustavo Gugelmin é o vice-líder ao lado do piloto americano Austin Jones 

Reinaldo Varela e Maykel Justo tiveram um dos melhores dias até agora e recuperam posições 

Competidores terão sábado de descanso e retornam para a etapa maratona no domingo 

 

 O sexto dia de prova do Dakar 2021 foi marcado pela grande reviravolta na classificação geral na categoria dos UTVs. A equipe Monster Energy Can-Am assumiu as duas primeiras posições na geral, e brasileiros fizeram um ótimo dia. O navegador Gugelmin comemorou a vice-liderança na geral, com o seu parceiro Austin Jones, e a dupla Reinaldo Varela e Maykel Justo subiram duas posições na geral e ficaram no top-10 do dia.  

 

Aron Domzala e Maciej Marton, da Polônia, companheiros de equipe dos brasileiros na Monster Energy Can-Am, tomaram a liderança na geral, depois de ficarem com o 4º lugar na etapa desta sexta-feira, 8 de janeiro.  

 

A equipe ainda comemorou a subida da dupla Austin Jones e o brasileiro Gustavo Gugelmin para a 2ª posição na geral. Apenas 40 segundos separam as duas duplas, sendo que os poloneses somam 27h04min29seg em trechos cronometrados durante seis dias de competição. 

 

“Nós fizemos um grande trabalho hoje. Subimos para  colocação, 40 segundos dos poloneses que também são do nosso time. Não tivemos furos de pneus, tudo funcionou bem e agora vamos descansar e nos preparar para domingo”, disse Gugelgim. 

 

Os brasileiros Reinaldo Varela e Maykel Justo, que tinham enfrentado problemas nos dias anteriores, renovaram o fôlego na competição. Sem pneus furados, a dupla recuperou duas posições na geral depois de encerrarem a especial na 6ª colocação, voltando ao top-10.  

 

Quem não teve um bom dia, foi a dupla Francisco ‘Chaleco’ Lopez e Juan Pablo Vinagreda South Racing Can-Amque estava liderando a classificação geral dos últimos dias 

 

Com problemas mecânicos após um acidente nas dunas, Chaleco amargou a 20ª posição da classificação do dia, caindo para o terceiro lugar na geral.

 

“Esse acidente nas dunas nos prejudicou muito, faltando 100 quilômetros para a linha de chegada. Por sorte um caminhão nos ajudou a sair daquele lugar para trocarmos as peças quebradas. Fizemos um ótimo trabalho e vamos com tudo na segunda etapa para recuperar o pódio”, descreveu Chaleco. Nada está perdido pois repetindo o ocorrido de dois anos atrás quando foi o campeão da prova, Chaleco perdeu a liderança da mesma forma: problemas mecânicos nas dunas, enquanto liderava a competição. 

 

Acostumado às dunas, o piloto catariano Khalifa Al Attiyah em dupla com o italiano Paolo Ceci, após 4h20min46seg, venceram a especial de hoje. Foram 688 km no trecho total, sendo 341 km de deslocamento e 347 km especial cronometrada. 

 

Os quase 300 participantes do Dakar farão uma pausa para descanso e, também, para as equipes fazerem uma manutenção antes de encararem a etapa maratona, quando a competição retornar no domingo, 10 de janeiro. Sem auxílio das equipes após a largada, essa etapa promete ser uma das mais desafiadoras. O Dakar começou no último dia 3 e será disputado até dia 15 de janeiro, com a chegada em Jeddah. 

 

Confira a classificação preliminar na categoria UTV, do 6º dia de prova e o resultado geral acumulado do Dakar 2021: 

 

 dia – 08 de janeiro 

 1º) Khalifa Al Attiyah (Qatar)/Paolo Ceci (Itália), Can-Am XRS Turbo – 4h20min46seg 

 2º) Gerard Farres (Espanha)/Armand Monleon (Espanha), Can-Am Maverick XRS Turbo – 4h24min57seg 

 3º) Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil), Can-Am Maverick XRS Turbo – 4h26min12seg 

4º) Aron Domzala (Polônia)/Maciej Marton (Polônia), Can-Am Maverick X3 –– 4h28min09seg 

 5º) Michal Goczal (Polônia)/ Szymon Gospodarczyk(Polônia), Can-Am Maverick XRS– 4h28min26seg 

 6º) Reinaldo Varela (Brasil)/Maykel Justo (Brasil), Can-Am Maverick XRS Turbo – 4h28min49seg 

 7º) Sergei Kariakin (Rússia)/Anton Vlasiuk (Rússia), Can-Am Maverick X3 Turbo – 4h 38min31seg 

 8º) Lourenço Rosa (Portugal) /Joaquim Dias (Portugal), Can-Am Maverick X3– 04h46min 13seg 

 9º) Kees Koolen (Holanda) /Jurgen Van Den Goorbergh (Holanda), Can-Am XRS Turbo – 4h46min21seg 

 10º) Marek Goczal (Polônia)/Rafal Marton (Polônia), Can-Am XRS Turbo – 4h48min 41seg 

 

Resultado Acumulado após 6 etapas: 

 1º) Aron Domzala (Polônia)/Maciej Marton (Polônia), Can-Am Maverick X3 – 27h04min29seg 

 2º) Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil), Can-Am Maverick XRS Turbo – 27h05min09seg 

3º) Francisco “Chaleco” Lopez (Chile)/Juan Pablo Vinagre (Chile), Can-Am Maverick XRS Turbo – 27h40min20seg  

 4º) Sergei Kariakin (Rússia)/Anton Vlasiuk (Rússia), Can-Am Maverick X3 Turbo – 27h41min06seg    

 5º) Michal Goczal (Polônia)/ Szymon Gospodarczyk(Polônia), Can-Am Maverick XRS – 27h41min19seg 

 6º) Reinaldo Varela (Brasil)/Maykel Justo (Brasil), Can-Am Maverick XRS Turbo – 28h29min40seg 

 7º) Saleh Alsaif (Arábia Saudita)/Oriol Vidal Montijano (Espanha), Can-Am Maverick X3T3PRO Turbo – 28h34min37seg 

 8º) José Antonio Hinojo Lopez (Espanha)/Diego Ortega Gil (Espanha), Can-Am Maverick X3 Turbo – 28h43min52seg 

 9º) Khalifa Al Attiyah (Qatar)/Paolo Ceci (Itália), Can-Am XRS Turbo – 29h24min23seg 

 10º) Lourenço Rosa (Portugal) /Joaquim Dias (Portugal), Can-Am Maverick X3– 29h53min55seg