Bruno Varela e Ivo Mayer emplacam a segunda vitória seguida no RN 1500 a bordo do Maverick X3

O piloto Bruno Varela e o navegador Ivo Mayer, da equipe Can-Am Monster Energy Varela Racing, brilham no terceiro dia de prova em meio às lindas paisagens do Rio Grande do Norte

Bruno Varela e seu navegador Ivo Mayer/ Foto: Sanderson Pereira

O terceiro dia do RN 1500 reservou, além de uma competição acirrada, cenários memoráveis para os pilotos. Embarcados no Maverick X3, o piloto Bruno Varela e seu navegador Ivo Mayer, conquistaram o melhor tempo do dia (03h00min11seg). O resultado ainda garantiu a liderança geral da categoria UTV para a dupla. 

A prova que teve início na cidade de Parelhas, no Rio Grande Norte, passando pelo Geoparque Seridó, local que reúne seis municípios com trechos de serra, terra batida, muitas pedras e um visual único. Por lá, a curiosidade é ter sido cenário de um dos maiores sucessos do cinema brasileiro, O Auto da Compadecida. 

Bruno Varela expressou toda sua gratidão pela oportunidade, sem esconder o tamanho do desafio: “Ter esse visual como palco da corrida é algo que não podemos mensurar. Cada poeira que o X3 levantou é uma recordação gravada para sempre na memória”, narrou o piloto. “Foi muito difícil e, sinceramente, houve um momento em que eu achei que não íamos conseguir. Nos perdemos no meio do trajeto, nosso odômetro quebrou, despertando em nós um sinal de alerta. Mas quando chegamos em um trecho técnico, com muitos obstáculos, resolvemos arriscar tudo para recuperar o tempo perdido. Quase não acreditamos, saímos de décimo para a liderança e vencemos por muito pouco. Uma vitória sensacional e um dia inesquecível para mim e para o Ivo, que tem feito uma navegação irreparável, colocando toda a sua experiência e conhecimento”, definiu o piloto da equipe Monster Can-Am.

Por segundos, Deni Nascimento, da Bompack Can-Am Racing, ficou com a segunda colocação, com o tempo de 03h00min38seg: “A especial de hoje estava maravilhosa, com cenários de sertões, muita erosão, do jeito que os pilotos gostam. Estávamos na liderança da prova até o trecho final, quando enfrentamos um pequeno contratempo, mas conseguimos recuperar e terminar na segunda posição. Amanhã vamos atrás do tri do RN 1500. Não será fácil, uma dura missão, mas nada é impossível”, pontuou o vencedor da última edição da competição. 

Reinaldo Varela, também da Equipe Can-Am Monster Energy Varela Racing, teve um bom desempenho na prova e terminou na terceira colocação, com o tempo de 03h01min36seg: “A prova de hoje começou boa desde os bastidores, quando toda a produção da equipe desenhou esse roteiro que nos faz pilotar com um sorriso no rosto. Apesar da quarta colocação, conseguimos andar bem. Os trechos com muita pedra tornam a competição mais desafiadora e não permite erros”, ponderou o patriarca dos Varela.    

Gabriel Varela e seu navegador Filipe Bianchini enfrentaram alguns imprevistos no caminho e não conseguiram finalizar a prova. 

Amanhã o RN 1500 terá sua última e mais difícil etapa. Os pilotos precisarão percorrer 810 quilômetros, saindo de Mossoró sentido São Miguel do Gostoso, ambas cidades no Rio Grande do Norte. Bruno Varela e Ivo Mayer tentarão o título da competição, enquanto Deni Nascimento e Idali Bosse brigarão pelo tri campeonato no RN 1500. Porém, apenas 30 minutos separam os 10 primeiros colocados e as outras duplas; todas com Can-Am, devem atacar nesse último dia de prova.

Resultados extraoficiais – dia 3 (Geral)

 

  1. Bruno Varela e Ivo Mayer – Can-Am – 03:00:11
  2. Deni Nascimento e Idali Bosse – Can-Am – + 00:26 min
  3. Reinaldo Varela e Gunnar Dums– Can-Am – + 01:24 min
  4. João Valentim Costa e Breno Rezende – Can-Am – + 02:03 min
  5. Fábio Gonçalves Pirondi e Marcelo Ritter– Can-Am – +03:16 min
  6. Diogo de Mesquita e André Muniz- Can-Am – + 03:57 min
  7. Vinicius Castro e Gustavo Bertolanza – Can-Am – + 04:16 min
  8. Tomas Luza e Robson Schuinka – Can-Am – + 05:08 min
  9. Fabio Ruediger e Humberto Ribeiro – Can-Am – +05:45 min
  10. John Monteath e Paulo Medina – Can-Am – + 06:28 min

 

Resultado extraoficiais – Acumulado em 3 dias (Geral)

 

  1. Bruno Varela e Ivo Mayer – Can-Am – 08:27:33
  2. Deni Nascimento e Idali Bosse – Can-Am – +03:49 min
  3. João Valentim Costa e Breno Rezende – Can-Am – + 04:17min
  4. Reinaldo Varela e Gunnar Dums – Can-Am – + 05:16min
  5. John Monteath e Paulo Medina – Can-Am – + 12:07min
  6. Richard Fliter e Andre Munhoz – Can-Am – + 22:08min
  7. Gabriel Cestari e Jhonatan Artigo – Can-Am – + 23:19min
  8. Fabio Ruediger e Humberto Ribeiro – Can-Am – + 25:30min
  9. Fábio Gonçalves Pirondi e Marcelo Ritter – Can-Am – + 28:03min
  10. Tomas Luza e Robson Schuinka – Can-Am – + 29:11 min

Sobre a BRP – 

Somos um líder global no mundo de veículos de esportes motorizados, sistemas de propulsão e embarcações construídos em mais de 75 anos de engenhosidade e foco intenso no consumidor. Nosso portfólio de líderes da indústria e produtos distintos incluem motos de neve Ski-Doo e Lynx, motos aquáticas Sea-Doo, veículos Can-Am on e off-road, embarcações Alumacraft, Manitou, Quintrex e sistemas de propulsão marítima Rotax bem como motores Rotax para karts e aeronaves recreativas. Completamos nossas linhas de produtos com um negócio dedicado de peças, acessórios e vestuário para aprimorar totalmente a experiência de pilotagem.

Com vendas anuais de CA $ 6,0 bilhões em mais de 130 países, nossa força de trabalho global é composta por mais de 14.500 pessoas motivadas e habilidosas.