Mudança de posições na geral ainda com vitória Can-Am na segunda etapa do RN1500

A bordo do Maverick X3, o piloto Bruno Varela e o navegador Ivo Mayer da equipe Can-Am Monster Energy Varela vencem o segundo dia de prova e assumem a liderança na classificação geral entre os UTVs

Bruno Varela e Ivo Mayer/ Foto: Sanderson Pereira

O RN 1500 segue com os pilotos acelerando no nordeste brasileiro. A segunda etapa teve início em Campina Grande, na Paraíba, e encerramento em Parelhas, no Rio Grande do Norte. O piloto Bruno Varela e o navegador Ivo Mayer alçaram a equipe Can-Am Monster Energy Varela Racing ao topo, registrando o melhor tempo do dia: 02h38min56seg. Além do melhor tempo, Bruno e Ivo estão na primeira colocação na lista geral. 

O segundo dia reservou para os pilotos grandes trechos de areia, terra e percursos dentro de cidades. “Tivemos belos trechos hoje, com grandes retas para acelerarmos o Maverick X3 e muita serra pra colocar à prova nossa técnica ao volante. O trabalho do Ivo foi determinante na conquista da primeira posição”, vibrou Bruno Varela. 

Destaques pelo caminho

Passando por cidades que foram palco de sucessos do cinema nacional, como o premiado Bacurau, de 2019, os pilotos puderam aproveitar o visual cinematográfico na segunda etapa. Deni Nascimento e o navegador Idali Bosse, da equipe Bompack Can-Am Racing, responsáveis pelo segundo melhor tempo do dia (02h40min28seg), elogiaram o roteiro. “Hoje, contemplamos diversos trechos históricos do nosso cinema nacional. Poder competir nesses locais é gratificante demais”, contou o piloto. “O Maverick X3 respondeu prontamente quando exigimos mais, atendendo de uma forma que o piloto ganha mais confiança na hora de realizar uma manobra. O trabalho de suspensão é impecável. Por conta de um bom produto e da navegação irreparável do Idali, conseguimos o segundo melhor tempo do dia”, pontuou Deni.  

O patriarca dos Varela e líder da Can-Am Monster Energy Varela Racing, Reinaldo Varela e Gunnar Dums, enfrentaram alguns problemas no percurso e ficaram com o oitavo melhor tempo do dia, registrando 02h44min02seg. “Hoje não conseguimos correr como gostaríamos. Enfrentamos alguns problemas no caminho, e agora ficamos com a quarta colocação geral acumulada”, explicou. “Mas é preciso ressaltar que o trajeto foi memorável e com certeza guardaremos na mente por muito tempo”. 

Com um dia difícil em que ficaram fora dos top 10, Gabriel Varela e seu navegador Filipe Bianchini, têm agora a sétima posição no ranking geral. “Trabalhamos duro, mas infelizmente tivemos alguns imprevistos que nos custaram minutos preciosos. Apesar disso, sabemos que nosso UTV está pronto para o restante da competição e vamos em busca do topo. Temos muito pela frente”, comentou Gabriel. 

A terceira etapa sairá de Parelhas e seguirá até Mossoró (RN), atravessando o Geoparque Seridó, área de preservação geológica, histórica e cultural com menos de 15 minutos separando os 10 primeiros na classificação geral. A última e mais esperada prova, de Mossoró a Natal (RN), única com vista para o mar, terá 810 km de trechos cronometrados.

Resultados extraoficiais – dia 2 (Geral)

  1. Bruno Varela e Ivo Mayer – Can-Am  – 02:38:56
  2. Deni Nascimento e Idali Bosse – Can-Am – + 01:32 min
  3. Cristiano Batista e Robledo Nicoletti – Can-Am – + 01:48 min
  4. Leonardo Castro e João Victor Ribeiro – Can-Am – + 02:22 min
  5. João Valentim Costa e Breno Rezende – Can-Am – +02:37 min
  6. Richard Fliter e Andre Munhoz – Can-Am – + 03:48 min
  7. John Monteath e Paulo Medina – Can-Am – + 04:16 min
  8. Reinaldo Varela e Gunnar Dums – Can-Am – + 05:06 min
  9. Diogo de Mesquita e André Muniz – Can-Am – +05:25 min
  10. Vinicius Castro e Gustavo Bortolanza – Can-Am – + 05:53 min

Resultado extraoficiais – Acumulado em 2 dias (Geral)

  1. Bruno Varela e Ivo Mayer – Can-Am – 05:33:20
  2. João Valentim Costa e Breno Rezende – Can-Am – +02:21 min
  3. Deni Nascimento e Idali Bosse – Can-Am – + 03:22 min 
  4. Reinaldo Varela e Gunnar Dums – Can-Am – + 03:35 min
  5. John Monteath e Paulo Medina – Can-Am – + 05:20 min
  6. Richard Fliter e Andre Munhoz – Can-Am – + 05:43 min
  7. Gabriel Varela e Filipe Bianchini – Can-Am – + 07:31 min
  8. Cristiano Batista e Robledo Nicoletti – Can-Am – + 12:39 min
  9. Luis Tiburcio Melo e Artur Teixeira – Can-Am – + 14:14 min
  10. Gabriel Cestari e Jhonatan Artigo – Can-Am – + 14:37 min