Sertões Series Jalapão 2021 confirma supremacia da Can-Am

  • Os 15 primeiros colocados na categoria UTV estavam a bordo de um Maverick X3;
  • A Equipe Rato Racing vence a geral entre os UTVs com um Can-Am;
  • O navegador campeão mundial e do Dakar Gustavo Gugelmin, da Monster Energy Can-Am, é um dos apoiadores da equipe

Foto: Sanderson Pereira

A prova de hoje teve início na cidade de SãoFélix (TO) e foi concluída em Vila Panambi (BA). O quarto dia reservou muitas emoções nos quase 180 quilômetros rodados de especiais cronometradas.

O último dia do Sertões Series Jalapão 2021 consagrou a equipe Rato Racing, com o piloto Fabio Ruediger e o navegador Eduardo Bampi, com o tempo de 11h16min15seg, a campeã da competição. O navegador campeão mundial Gustavo Gugelmin, patrocinado pela Can-Am, é um dos apoiadores da equipe.

“Estamos muito felizes com o resultado do Sertões Series Jalapão. Esse é o nosso primeiro título pela Rato Racing. Depois de 8 anos correndo competições mundiais e a experiência adquirida com o Reinaldo Varela, me fez criar uma equipe de alto nível para disputar grandes competições. Temos quatro pilotos na Rato Racing e comemoraremos muito nossa performance nessa competição”, comenta Gustavo Gugelmin.

Gabriel Varela e o navegador Filipe Bianchini, da Equipe Can-Am Monster Energy Varela Racing, venceram a categoria UTV 1 e ficaram na quarta colocação geral do evento com o tempo de 11h25min49seg “Hoje tivemos uma prova difícil. Com 40 quilômetros nossa correia estourou, mas conseguimos trocar rapidamente e continuar a prova. Apesar de ficar na quarta posição geral, conseguimos o primeiro lugar da categoria UTV 1 e estamos fortes na briga pelo Campeonato Brasileiro”, conta Gabriel Varela. “Essa competição foi diferente das que estamos acostumados, foi muito disputada, muita areia e obstáculos no caminho, mas estamos felizes”, finaliza o piloto.

O Sertões Series Jalapão 2021 durou quatro dias e os pilotos percorreram cerca de 1.430km em trechos com muita areia e terra batida. 

Deninho Casarini e seu navegador Ivo Mayer, da Casarini Can-Am Racing, ficaram com a oitava posição na classificação geral com o tempo de 11h38min10seg.

“Tivemos alguns problemas inesperados, mas conseguimos ir atrás e ficar entre os 10 melhores colocados. Agora é preparar o Maverick X3 e ir forte para o Sertões”, comenta Deninho Casarini“.

Deni Nascimento e seu navegador Idali Bosse, da equipe Bompack Can-Am Racing, registraram uma das principais imagens da competição, quando finalizaram uma das etapas somente com três rodas, depois de terem dois pneus furados e ficarem sem estepe.

A dupla finalizou a competição na 9º posição geral com tempo de 11h49min32seg. “Depois de alguns problemas nos dias anteriores, conseguimos voltar para o pelotão de cima e ficar entre os 10 melhores pilotos do Sertões Series Jalapão” conta Deni Nascimento.

Supremacia Can-Am

A Can-Am destacou-se no Sertões Series Jalapão 2021. Dos 56 inscritos na categoria UTVs, 49 estavam a bordo do Maverick X3. Isso mostra que a marca é a preferida entre os pilotos.

Os pilotos patrocinados pela Can-Am ficaram no top 10 da competição. Gabriel Varela e seu navegador Felipe Bianchini ficaram na quarta posição. Deninho Casarini e Ivo Mayer ficaram na oitava posição, seguidos de Deni Nascimento e Idali Bosse, na nona posição.

“A ergonomia, trabalho de suspensão e a dirigibilidade tornam o Maverick X3 ideal para as competições que exigem muito de um UTV” comenta Deni Nascimento. Gabriel Varela também elogiou o UTV da Can-Am, “Para nós pilotos, correr com um UTV Can-Am é certeza de competição acirrada devido ao seu desempenho. O Maverick X3
é muito potente para enfrentar os trechos mais difíceis dos ralis”, complementa Gabriel.

Resultados extraoficiais – dia 4 (Geral)

1. Vinicius Castro e Adelmo Lins – Can-Am – 01:38:29
2. Tomas Luza e Robson Schuinka – Can-Am – + 1:25 min
3. Fabio Ruediger e Eduardo Bampi – Can-Am – +1:42 min
4. João Franciosi e Cesar Valandro – Can-Am – + 2:14 min
5. Fabio Pirondi e Marcelo Ritter – Can-Am – + 2:34 min
6. Cristiano Batista e Robledo Nicoletti – Can-Am – + 3:06 min
7. Richard Fliter e Andre Munhoz – Can-Am – + 3:08 min
8. Otavio Leite e Wladimir Grunemberg – Can-AM – + 3:44 min
9. Gabriel Cestari e Jhonatan Artigo – Can-Am – + 4;34 min
10.Miguel Mariotti e Claudio Rieser – Can-Am – + 5:08 min

Resultados extraoficiais – Acumulado

1. Fabio Ruediger e Eduardo Bampi – Can-Am – + 11h16min15seg
2. Cristiano Batista e Robledo Nicoletti – Can-Am – + 00:10min
3. Tomas Luza e Robson Schuinka – Can-AM – + 05:54 min
4. Gabriel Varela e Felipe Bianchini – Can-Am – + 09:34 min
5. João Franciosi e Cesar Valandro – Can-Am – + 10:52 min
6. Gabriel Cestari e Jhonatan Artigo – Can-Am – + 13:11 min
7. Otávio Leite e Wladimir Grunenberg – Can-Am – 13:59 min
8. Deninho Casarini e Ivo Mayer – Can-Am – + 21:54 min
9. Deni Nascimento e Idali Bosse – Can-Am – + 33:17 min
Rafael Capoani e Fabricio Bianchini – Can-Am – + 33:22 min

Foto: Claudiney Santos                      Foto: Sanderson Pereira                      Foto Sanderson Pereira